Perguntas Frequentes

Qual a diferença entre hipnotizador e hipnoterapeuta?

O hipnotizador usa a hipnose exclusivamente para entreter o público, a hipnose teatral.
O hipnoterapeuta é um facilitador, que ajuda a pessoa no seu processo de cura, mudança, autodesenvolvimento, equilíbrio e alto desempenho.


Em que se baseia a Hipnose?

Baseia-se no conhecimento psicológico entre a mente consciente e a mente inconsciente.
A hipnose pode alterar a forma como o cérebro interpreta a experiência e mudar as perceções, os pensamentos, os sentimentos e os comportamentos da pessoa.
No estado hipnótico as “defesas” oferecidas pela mente consciente diminuem, como se a mente ficasse “desligada” impedindo o seu poder dedutivo, analisador. Isto permite que a pessoa entre num estado profundo de sensibilidade e possa aceder mais facilmente às suas memórias menos positivas e ressignificar todo o conteúdo.

Como funciona o processo da Hipnose?

A hipnose ressignifica pensamentos, sentimentos, comportamentos e situações que a pessoa não consegue fazer conscientemente.
As crenças, paradigmas e memórias impedem a visualização do nosso pleno potencial e diariamente autossabotamo-nos com pensamentos e diálogos internos e externos como: “eu não posso”, “eu não consigo”, “eu sou gordo”, “estou com medo”, “não adianta tentar”, “é difícil”, “é complicado”, “é impossível”.
Quanto mais a pessoa se autossugestionar negativamente, mais limita o seu poder de atuação. Estas crenças limitadoras, estão armazenadas na nossa mente inconsciente e é com este tipo de material que a hipnose trabalha. Através de novas sugestões, a mente inconsciente absorve crenças potencializadoras e novas ideias.

Durante o processo de Hipnose o paciente está a dormir?

O paciente está num estado de grande relaxamento muscular e foco mental, possuindo todo o controlo durante a sessão.

A Hipnose é perigosa?

Não existe perigo na prática da Hipnose, desde que o terapeuta possua formação profissional e habilitações científicas próprias para lidar com a psicoterapia.

A partir de que idade é que as técnicas de Hipnose podem ser aplicadas?

Pode aplicar-se em qualquer idade, adequando a técnica à faixa etária, ao desenvolvimento linguístico e cognitivo.

Quem pode recorrer à Hipnose?

Cerca de 90% das pessoas podem ser hipnotizadas. Não é possível hipnotizar uma pessoa que tenha algum tipo de debilidade mental. É necessário imaginação e boa vontade para cooperar e aceitar as sugestões. A melhor pessoa a ser hipnotizada é aquela que é criativa e possui motivos para ser hipnotizada.

As grávidas podem recorrer à Hipnose?

Sim, as grávidas podem recorrer à hipnose para ajudar a manter uma boa “higiene mental” e ficarem mais calmas e relaxadas.
Uma gestante calma e tranquila proporciona sensações de bem-estar, felicidade, alegria e paz ao bebé.
A hipnose pode também ter um papel preponderante na preparação e durante o parto. A grávida com o auxílio da hipnose consegue um parto sem dor, sem o uso de anestesia geral ou anestesia epidural.

Existe o perigo de morrer durante uma sessão de Hipnose?

Não existe qualquer tipo de risco para o paciente.

Como é que a Hipnose pode ajudar os jovens/adolescentes?

Na fase da adolescência, os jovens são confrontados com conflitos internos que podem ser causadores de ansiedade, pânicos, insegurança e instabilidade emocional.
Esta técnica permite diminuir os níveis de ansiedade e a libertar os medos que existem no inconsciente e que podem desencadear ataques de pânico.
Os adolescentes também recorrem à hipnose clínica para resolver questões ligadas a dificuldades na escola tais como: défice de atenção e concentração e hiperatividade, e ainda, por alterações comportamentais e de humor como a depressão infantil, a síndrome de abandono, a tendência obsessiva compulsiva alimentar, a gaguez, entre outras, como crianças vítimas maus tratos e de abusos sexuais. No caso dos adolescentes, encontramos tratamento para situações do foro sexual, depressão, dependências químicas, preparação para exames, fobias e muito especificamente para o tratamento da fobia de falar em público.

Os pais estão presentes durante a sessão de Hipnose?

Os pais acompanham a criança ou o adolescente na fase inicial para relatarem a problemática, assim como os seus receios em relação ao jovem.
Posteriormente, o tratamento é feito individualmente à semelhança de uma consulta de psicologia.

Como é que o hipnoterapeuta vai agir com a criança?

O trabalho do hipnoterapeuta com crianças é feito a de uma forma mais lúdica, em que se constrói um “sonho” ou uma “história” positiva.
Inicialmente é explicado à criança que ninguém lhe vai tocar e que apenas vai estar de olhos fechados, tal como acontece quando sonha e que vai estar muito atenta ao que lhe vai ser dito, porque o terapeuta vai construir-lhe um “sonho bom” com os seus heróis favoritos.

Os pais também são envolvidos no processo?

Sim, é importante que os pais sejam envolvidos no processo terapêutico, para que lhes sejam fornecidas estratégias e técnicas para fortalecimento da terapia. É também importante responsabilizar os pais no sentido da mudança e consciencialização das novas “regras” linguísticas, afetivas e ambientais, que poderão ter de ser adotadas.

O que se sente quando se é hipnotizado?

A maioria dos pacientes diz sentir uma maravilhosa sensação de relaxamento físico e mental.
A maior parte dos exercícios é realizada num estado de transe leve, em que a pessoa apenas fecha os olhos, relaxa e visualiza.
À medida que a pessoa se sente mais confortável com a técnica e com o terapeuta, a experiência de transe tende a ser mais profunda e relaxante.

Todas as pessoas conseguem ser hipnotizadas?

Em princípio, se não existir qualquer perturbação psíquica ou deficiência cognitiva, sim. O que pode variar é o nível de profundidade que a pessoa entra em transe. Algumas pessoas realmente não conseguem entrar em transe profundo. A boa notícia é que, para se realizar um tratamento, entrar em transe leve já é suficiente. Qualquer pessoa é capaz de relaxar física e mentalmente, podendo alcançar facilmente este estado.

Quantas sessões são necessárias para resolver o meu problema?

Os resultados variam de acordo com cada caso e cada paciente. Mas a hipnoterapia é uma terapia rápida, portanto, normalmente os resultados são visíveis a partir das primeiras sessões. Algumas pessoas percebem resultados evidentes em duas ou três sessões, outras necessitam de um pouco mais.

A pessoa recorda-se de tudo o que se passou durante a Hipnose?

Sim. O transe hipnótico é somente um estado de consciência alterado, durante o qual está sempre consciente relativamente a tudo o que se passa e que é dito.

A pessoa pode perder o controle durante a hipnose?
Ou pode dizer o que não quer?

Não. Ninguém pode hipnotizar uma pessoa contra a sua vontade, assim como esta não pode ser forçada a fazer ou dizer algo que não quer. A pessoa tem a liberdade de rejeitar quaisquer sugestões a qualquer momento, durante a sessão.

O que é a Regressão?

É um processo induzido, ou não, que permite relembrar, compreender e integrar experiências marcantes vividas pela pessoa. Não importa se esse passado ocorreu há uma semana ou há 30 anos atrás. Através de diferentes técnicas, pode aceder-se a factos ocorridos durante a vida adulta, a adolescência, a infância, o nascimento, a vida intrauterina e, até mesmo experiências ocorridas em outras vivências que ainda afetam o dia-a-dia.
A regressão pode ser realizada para investigar traumas, medos repressões, culpas e eventos mal resolvidos no passado, que fazem com que a pessoa se sinta reprimida e limitada na sua vida atual.

A hipnoterapia substitui a medicina convencional?

A hipnoterapia não substitui a medicina convencional. Se tem algum problema de saúde, é imperativo que consulte o seu médico, informando o seu hipnoterapeuta relativamente a alguma medicação que lhe possa ter sido prescrita, assim como sobre alguma doença que possa ter sido diagnosticada.

< voltar

%d bloggers like this: